Qualidade

A Indalfa, declara aqui publicamente sua política da qualidade, acreditando que QUALIDADE É ADEQUAÇÃO AO USO, CONFORMIDADE COM OS REQUISITOS.

Para nós, um produto, seja ele embalagem, item promocional ou peça técnica, de qualidade é aquele que satisfaz plenamente o desejo de seu idealizador, ou seja é aquele que cumpre o papel que lhe foi determinado, produzido no prazo e preço pré-estabelecidos, de acordo com aquilo que foi acertado entre a nossa Empresa e seus clientes. É utilizar o material correto, a assepsia necessária, a embalagem que proteja plenamente o produto, fazendo com que ele chegue a seu destino e cumpra o papel que lhe foi determinado pelo idealizador, o cliente.

Para nós é importante ao extremo um canal direto com os clientes, para mantermos seus produtos da maneira que eles foram concebidos, queremos fazer parte da qualidade de seu produto final.

PROFISSIONALISMO
COMPETÊNCIA
EXPERIÊNCIA
DINAMISMO
PARCERIA
=
QUALIDADE

 

NORMALIZAÇÃO

Toda ação, desenvolvimento e análise feita dentro de nossa Empresa é baseada em normas técnicas, obtidas através da Associação Brasileira de Normas Técnicas (http://www.abnt.org.br), visando a clareza das ações e a qualidade dos resultados obtidos. Algumas das normas disponíveis em nossos arquivos, são:
  • Termoplásticos - Determinação do índice de fluidez (NBR 9023);
  • Plásticos - Determinação de absorção de água (NBR 8514);
  • Plásticos - Determinação da dureza por penetração de esfera (NBR 9624);
  • Plásticos - Determinação das propriedades mecânicas à tração (NBR 9622);
  • Termoplásticos - Determinação de temperatura de amolecimento Vicat (NBR 7139);
  • Plásticos - Determinação de flamabilidade (NBR 7356);
  • Simbologia indicativa de reciclabilidade e identificação dos materiais plásticos (NBR 13230);
  • Plásticos (NBR 9633);
  • Plásticos Rígidos - Determinação de resistência ao impacto Charpy (NBR 9564);
  • Plásticos - Determinação da estabilidade dimensional sob calor pelo Método Martens (NBR 10436);
  • Método de teste para o ponto de amolecimento Vicat para plásticos (MB 1124);
  • Método padrão de teste para densidade de plásticos pela técnica de gradiente de densidade (NBR 11931);

 

AÇÕES CORRETIVAS

Apesar das constantes atualizações no processo produtivo, manutenção preventiva nos equipamentos e inspeção final minuciosa dos produtos acabados, o processo de vacuum-forming é extremamente suscetível a variações da temperatura ambiente e umidade relativa do ar, difíceis de controlar, devido a presença de fornos para aquecimento dos termoplásticos, que podem ocasionar desvios dimensionais e de aparência até então desconhecidos e portanto incontroláveis. Para isso a Indalfa possui uma linha aberta a nossos clientes e consumidores para facilitar a detecção e extinção destes desvios ocasionais.

Caso você tenha algum problema com nossos produtos, clique aqui e nos envie sua mensagem. garantimos que receberá uma resposta em 24 horas e as medidas necessárias serão tomadas para sanar o seu problema.

Voltar